Cuidados básicos


Iluminação

Toda planta necessita de luz. Sem ela a planta não consegue fazer fotossíntese. É através da luz que a planta retira energia para produzir seu próprio alimento.

Para o bonsai sobreviver ele deve ficar exposto a luz durante o dia sempre. Bonsais devem ficar fora de casa para que absorva o máximo de luz possível. Dentro de casa mesmo que abra as janelas e bata luz dentro de casa, não é o suficiente para o bonsai. Não é impossível se cultivar uma planta dentro de um cômodo da casa.

Com iluminação artificial adequada é possível tranqüilamente se cultivar. A luz solar é uma luz clara, ela possui todas as cores reunidas nela. As cores que a planta mais precisa são as cores vermelha e azul. Uma lâmpada com essas duas cores, ou todas e bem forte consegue supri a necessidade da planta, em lugares escuros. Porém fica caro manter um bonsai com lâmpada, sendo que tem a luz do sol que é de graça.

Se as folhas começarem a secar nas pontas ou totalmente é sinal que o sol está forte. Proteja seu bonsai em um lugar que não bata os raios solares diretamente no bonsai, mas seja claro.

Caso as folhas inferiores estejam amarelando é sinal de que a planta está recebendo pouca luz nas folhas.

Caso queira decorar sua casa com o bonsai lembre-se que ele pode ficar até dois dias no máximo dentro de casa.

 

Local do bonsai

O local do bonsai precisa ser bem ventilado, tanto para ser um local com uma temperatura amena, quanto para renovar o ar. Um bonsai pode consumir todo o CO2 que está ao redor do bonsai em cinco minutos. Então é necessária ventilação constante no local para renovar o ar.

A temperatura ideal para bonsai depende se ele de local temperado ou tropical.

Plantas tropicais estão acostumadas com dois períodos: estiagem e época de chuvas. Elas conseguem crescer normalmente entre 35 ˚C a 15 ˚C.

Plantas temperadas estão acostumadas com as quatro estações. Com poucas exceções, uma planta temperada consegue viver em regiões tropicais, um exemplo é o acer tridente. Em climas tropicais as folhas de um acer palmatum começam a queimar e ele nunca entrará em dormência, que é normal quando chega o inverno, já que nunca irá ficar realmente frio. Por causa disso será difícil ver um acer palmatum no Rio de Janeiro, porém em Curitiba já é possível, ou em Petrópolis que tem um inverno frio.

Anúncios

Eu iria postar a respeito da iluminação do local, mas como o post antigo foi sobre rega e tem mais haver eu dar sequencia com o substrato ideal então será o tema desse post.

Definindo o que quer dizer substrato, nada mais é do que o solo onde o bonsai, muda, ou semente ficará.

Como cada espécie vem de um determinado local do mundo. Cada espécie está acostumada a viver com um certo tipo de solo. Alguns mais úmidos, outros mais secos, alguns são mais ricos em terra vegetal, outros pobres em terra vegetal.

Sendo assim, antes de ser feito o substrato para o bonsai, é bom saber quais são as características da planta. Exemplo: o solo do pinheiro negro é pobre em matéria orgânica, sendo assim, no bonsai se usa uma porcentagem muito pequena de terra vegetal, as vezes nada. Mas então como o bonsai terá suas necessidades supridas? Através da adubagem. Mais à frente postarei sobre isso.

Voltando… Irei falar sobre os componentes mais usados no substrato e é bom lembrar que cada fase da planta seja semente, muda, ou o bonsai tem um tipo de substrato mais indicado.

Vejamos as funções do substrato:

-Oxigenar as raízes

-Sustentar as raízes

-Nutrir as raízes

-Reter água

-Acelerar ou retardar o crescimento das raízes

 

Essa é a causa de muitos “bonsais” de supermercado (que na realidade ainda são mudas) morrerem. O substrato geralmente é 100% de argila ou terra preta. Conseqüentemente esse substrato não exerce as funções de um bom substrato e as raízes vêem a apodrecer.

 

dolamita2Dolomita – Serve para criar aeração no substrato e facilitar a drenagem da água. Costumo encontrar em lojas que vendam itens para aquário, já encontrei em loja de R$1,99 =)

Terra vegetal – Contém matéria orgânica “curtida” incorporada (restos de folhas, madeira, serragem, pó de xaxim) e terra preta. Não utilizar ou evitar os substratos que tenham a adição de adubos (ou adubado). Vende até em supermercado.

Areia de praia – Muito boa para raízes debilitadas, sendo usado até somente isso. Mantenho sempre um estoque, caso haja uma emergência de fazer um yamadori(coleta de planta de algum terreno ou sítio) inusitado.vermiculita

Vermiculita – Material de origem mineral com grande capacidade de absorção e retenção de umidade e retenção de nutrientes, ph neutro, isento de nutrientes . Usado somente

 em vasos muito pequenos (mame). Só encontro vendendo em loja de plantas.

Carvão vegetal – É usado no lugar da terra vegetal no bonsai. Vende em supermercado também.

Tijolo ou telha moído – Boas propriedades em retenção de umidade e aeração, pouca ou nenhuma compactação, ph neutro, isento de nutrientes. Vende em lojas de construção. É só moer ele. Costumo quebrar com o martelo até ficar bem pequeno… Se alguém souber um jeito melhor me fale porque dá um trabalho danado! =)

akadama02Akadama – Argila vulcânica e compõe a maior parte do substrato dos bonsais no Japão. Por ser um solo originado de lá, tem que ser importado pro Brasil caso alguém queira usar. O problema que é caríssimo aqui! Apesar de ser o mais usado pelos japoneses não quer dizer que é o melhor. Uma boa combinação no substrato também supri as necessidades do bonsai.

 

 

Resumo da ópera:

Costumo usar como regra geral à proporção de 20% de dolomita, 30% de tijolo moído, 40% de areia e 10% de terra vegetal. Isso para os meus bonsais…

Semente costumo usar somente vermiculita.

Mudas eu costumo usar 60% de areia, 20% de tijolo moído e 20% de terra vegetal.

Nunca tive problemas com as minhas plantas com essas proporções, porém para cada espécie costumo adequar essas proporções para que, o crescimento da planta seja mais rápido.

Outra coisa é o preço do substrato. Fazer um substrato ideal pode ter um preço salgado. Como exemplo, para plantas com vasos grandes costumo diminuir a dolomita e aumentar o tijolo que é bem mais barato.  Para plantas que ainda não estão num vaso de bonsai eu balanceio o preço com a necessidade. Não quer dizer que sua planta irá morrer. Ela também não é tão frágil assim. Mas eu sempre evito substratos errados, assim a raiz cresce forte e posso mexer na planta sem problemas que ela irá agüentar. =)

Conforme for transplantando minhas plantas irei mostrar aqui e falar qual proporção usei…

Essa é só uma dica existe dezenas de “receitas” para criar um substrato e cada pessoa irá se habituar com sua necessidade e criará sua própria “receitinha de bolo”. =)

SUBSTRATO2435

Próximo post: Iluminação do local.

 

Até!

bonsai_regaToda planta necessita de cuidados básicos, seja bonsai ou não. Rega, iluminação, ventilação e o substrato ideal para cada espécie são os principais cuidados básicos que se deve ter. Quem já cuida de planta fica mais fácil compreender cada cuidado básico. Os iniciantes não devem achar que é um bicho de sete cabeças e com o tempo isso se tornará automático, ainda mais se sempre mantiver a disciplina com cada cuidado.

Função da água:

A água é fundamental para a manutenção de um Bonsai em boas condições. Sem ela a planta não poderá retirar os nutrientes que o solo provém. É também uma matéria-prima para a fotossíntese e para eliminar o calor pela transpiração igual aos seres humanos.

 

Como regar:

O substrato do bonsai deve ser regado por inteiro, nenhuma parte do vaso deve-se deixar de regar. O substrato estará totalmente regado quando começar a sair o excesso de água pelo fundo do vaso. O ideal é regar até que a água saia sem restos do substrato. Regar um pouco e esperar, para regar outra vez ajuda o substrato a absorver umidade também.

Agora quando se deve regar o bonsai?

Geralmente a melhor forma de verificar é tocando com as costas da mão na superfície do substrato, algumas pessoas usam um palito perfurando o substrato pra ver se o palito sai seco ou molhado. Em geral com as costas da mão já da pra ter noção da umidade do substrato.

E quantas vezes deve-se regar?

Depende da estação do ano.

Verão – até três vezes no dia.

Outono – Dependendo do local uma vez ao dia estará bom.

Inverno – Uma vez ao dia está ótimo às vezes até menos.

Primavera – Até duas vezes no dia.

Lembrando que é sempre bom verificar se o substrato precisa realmente ser molhado, é isso que irá determinar se deve ou não ser molhado o substrato.

Leve em conta também que o Brasil tem várias regões, cada uma com sua condição climatica.

A melhor hora de se regar o bonsai é de manhã, até ás 9 horas é o horário ideal, mas se não for possível regar por volta desse horário não deixe de regar mesmo assim. Regar em excesso é menos prejudicial do que não regar. Se você deixar de regar, a planta poderá secar no mesmo dia. Teve um dia que eu não estava em casa e deixei de regar na manha, foi o suficiente para três caliandras quase secarem, felizmente sobreviveram, mas elas perderam quase que todas as folhas. Se eu não tivesse regado a tarde com certeza teriam secado completamente e morrido. No fim da tarde é uma boa hora para se regar também, depois das 4 horas.

 bonsai

 

Evite regar a noite. De noite a planta não transpira tanto por causa do calor e a umidade está alta. Assim evita a proliferação de pragas.

 

 

Também é necessário tomar cuidado com o tamanho do vaso. Vasos maiores têm capacidade de absorver mais água do que menores vasos. Plantas que estão a pleno sol também necessitam de regar com mais freqüência.

rega-imersaoCaso o substrato venha a secar totalmente ficando duro e impermeável é bom regar através de imersão num recipiente onde caiba o vaso. Assim evita que alguma parte deixe de ser molhada. Então porque não molhar sempre assim, já que assim molha totalmente o substrato? O substrato necessita literalmente ser “lavado”. Além de tirar algumas impurezas do substrato a água leva os nutrientes que estão na superfície para o fundo do vaso onde estão os terminais das raízes que é onde absorve a água. Por isso só deve-se usar a imersão em casos que o substrato seque totalmente.

A melhor água para se regar o bonsai é a água da chuva. A água encanada contém cloro para matar os germes, porém sempre reguei meus bonsais com água encanada e nunca tive problema. Algumas pessoas coletam a água da chuva. Faz um diferencial? Sim! As árvores na natureza são regadas com água da chuva e água armazenada no subsolo. Porém para quem está começando e não quer tanto trabalho a água convencional está ótima.

Uma boa dica é sempre também borrifar água nas folhas do bonsai. Além de aliviar a temperatura, a água limpa as folhas das impurezas e o bonsai também absorve água pelas folhas. Na natureza o mecanismo natural que faz isso é o orvalho. Evite borrifar quando estiver sol, pois a água ajuda a queimar as folhas. Evite também o excesso, pois pode contribuir com a proliferação de pragas.

Resumo da ópera:

-Regue sempre que o substrato esteja quase secando.

-Se secar, use a técnica da imersão, logo em seguida regue o bonsai para poder “lavá-lo”.  

– Borrife água nas folhas também.

-Evite horários que o bonsai esteja pegando sol para regar e borrifar água.

Como o post ficou grande vou dividir cada cuidado básico em um post, acho que assim fica até melhor, que falo bastante sobre cada tema. Então o próximo post fica com a iluminação do local.

Até!